terça-feira, 29 de junho de 2021

Divórcio, o que a Bíblia Diz?


O que a Bíblia Diz sobre Divórcio?


Posso me divorciar?


A Bíblia diz que o divórcio só pode ser realizado em casos de adultério, abandono, e, obviamente, de agressões. Em todos esses casos, há uma destruição dos laços matrimoniais, que coloca fim ao casamento (MT 5.32; 19.9; 1CO 7.15; EF 5.28,29). Desacordos e incompatibilidades devem seguir as orientações bíblicas para uma vida de paz e bênçãos, pois o divórcio sempre será prejudicial para todos os envolvidos — em especial aos filhos.
Sendo cristãos, deve sempre ser convidado um pastor ou um conselheiro cristão maduro para auxiliar nesses momentos, pois pode ocorrer que haja exagero de alguma das partes, para “maquiar” a intenção de um divórcio sem reais justificativas (GL 6.1; HB 13.7,17).

Mas Jesus não disse que o divórcio é apenas em caso de adultério?

A Bíblia diz que Deus odeia o divórcio, e que Ele uniu para que não se separem e fiquem unidos até a morte (ML 2.16; MT 19.4-6; RM 7.1-3). Alguns, nos dias de Jesus, deixavam suas esposas, para se casarem com outras (compare com ML 2.13-15). Jesus disse que essa seria uma atitude pecaminosa tal como o adultério (MT 5.31,32).
Cristo nas duas passagens bíblicas não tratou de outras situações, mas obviamente se refere ao simples divórcio para o novo casamento. Jesus jamais ordenaria a uma mulher que fosse espancada pelo marido que continuasse nesse jugo cruel e desumano (compare com o que a Bíblia diz em Ef 5.28,29 e julgue se um homem que espanca a própria esposa está em condições de ser seu marido). 


Fonte: Bíblia Diz.


👉 Acesse Livraria Cristã Emmerick.

Nenhum comentário:

Postar um comentário